sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Os mistérios do tuntz-tuntz

Ontem para desopilar depois da entrega dolorosa do trabalho - custa-me sempre desfazer-me do que me acompanhou durante muito tempo - para não ficar cismada a pensar no que fiz, no que não fiz, e a fazer múltiplos balanços, fui jantar e a seguir sair. Fui ali até ao Armazém do Chá. Um ambiente até catita, mas uma grande desilusão no que toca à música. Há quem adore, mas eu ainda não consegui desvendar os mistérios do tuntz-tuntz. Tuntz-tunz puro, muitas vezes sem letra, sem ninguém a trautear umas palavrinhas. Tanto não consigo desvendar o fascínio deste estilo que é a a única coisa que não danço e que não me dá pica alguma... Não compreendo e não suporto. Não há ritmo, há batida e na suposta pista - onde geralmente eu estou desde que abre até que fecha - ontem só se via mangueira a abanar a cabeça. Acontece que talvez amanhã seja o dia para compreender este mistério... Vou para Masters de dança o dia todo e uma das aulas vai ser de House. Vamos ver se fico com uma opinião diferente e se me convenço a gingar ao som destas (des)batidas, ou se continua a não ser "casa" para mim!


6 comentários:

  1. não são 'coisas' que combinem, na minha opinião ...**

    ResponderEliminar
  2. Também não percebo qual é a piada ao tunz-tunz. Tenho amigos meus que só ouvem isso e a única coisa que fazem é abanar a cabeça e bater com o pé no chão.

    Mil pétalas...

    ResponderEliminar
  3. Uiii detesto essas músicas.... vazias de conteúdo e chatas... chatinhas...

    ResponderEliminar
  4. pode ser que ainda descubras os encantos dessa música...:P Fizeste muito bem em sair depois de entregar o trabalho:)

    ResponderEliminar
  5. há ambientes em que não se justifica, basta uma musiquinha baixinha...

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!