sábado, 31 de agosto de 2013

Ser adolescente aos 25 (post interdito às almas masculinas que por aqui deambulam)

Há dias que parece que nascem com intenção de nos matar. Uma pessoa é acordada ao meio-dia e sente que são umas 7 da manhã. Ainda há uma aparente meia hora atrás se acordava com uma coçeira valente provocada pelos mosquitos que depois de um Julho descansado se lembraram da sua reles existência em Agosto. Azar dos azares lembraram-se também de que, à falta de melhor pedaço, provavelmente eu sou doce. Mais, as pessoas estão todas nas suas vidas espetaculares de sábado, a fazer coisas espectaculares, ou pelo menos assim mentem os seus sorrisos fotograficos. E eu estou em casa de onde não me apetece sair o dia inteiro. Noite incluída. Apetece-me saltar este dia. O que é que acontecia se eu saltasse? Diz que há um derby hoje, já a decorrer, e parece que o mundo fica mais entusiasmante por causa disso. Não fica. Está igual. E eu estou parece que não estou. A cabeça parece fora do sítio. Se o corpo acordou parece que a cabeça se recusa e anda aí num vagar estúpido e decadente a deambular no ar. Sim, estou em tdm, não tpm porque a situação já está em curso. Em curso e com uma pujança infinita!

Ahhhh, dias em que nem eu própria me aturo, que delícia!

5 comentários:

  1. Todas temos desses dias :)
    Logo passa!

    ResponderEliminar
  2. O que é que falta à alma masculina, para que o post lhe seja interdito?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Capacidade para compreender de forma harmoniosa estes momentos de delírio profundo :P

      Eliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!