terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Maravilhoso ou macabro?

As pessoas têm tanto um lado maravilhoso, como um lado lunar. Todas. Sem excepção. A nós cabe-nos, mais vezes do que julgámos, a escolha de qual dos lados queremos conhecer/ ver. Ou seja, conscientes das duas partes, podemos decidir em qual delas nos devemos/ queremos focar. Isto vai tanto de nós para os outros - quero conhecer o melhor que ele/ela tem, fazer despertar nela todo o potencial que tantas vezes fica guardado por falta da apreciação desejada ou quero é descobrir se ele corta bem as unhas dos pés e se vai pela 50ª vez deixar o jornal em cima do sofá - como de nós para nós. Neste último caso, é importante sublinhar que mais do que uma relação, um trabalho, uma doença, uma nota num teste ou exame nós somos a relação que temos com cada uma destas coisas. Se decidirmos ver o pior e encarnar o pior, nada nos irá impedir...



Ao longo da minha vida tenho insistido no lado maravilhoso. Mas é mais frequente - sua parva, temos de calibrar isto! - que o use de mim para os outros do que de mim para mim. Se usá-lo de mim para os outros me traz vantagens? Nem sempre. Mas, pelo menos, por trás das minhas lentes cor-de-rosa, o mundo é sempre bonito... E ainda que exista já quem me dê no toutiço e me faça levantar os óculos às vezes, porque, bem vistas as coisas, com o transe desta luminosidade, às vezes passar-me a perna é mais fácil do que parece, insisto no potencial. A verdade é que se decidisse vestir as lentes negras, todos os dias, não era a pessoa que sou. E provavelmente eram muito menos as pessoas dispostas a aturar-me. Provavelmente menos as pessoas que entram na minha vida... Por isso na vida, minha gente, o ideal no fundo é isto: vê-la pelas lentes que nos são mais favoráveis e ter ao nosso lado quem de vez em quando nos faça trocar as vistas...

7 comentários:

  1. " Por isso na vida, minha gente, o ideal no fundo é isto: vê-la pelas lentes que nos são mais favoráveis e ter ao nosso lado quem de vez em quando nos faça trocar as vistas... "
    Completameeeeente!

    ResponderEliminar
  2. Sê tu mesma, e só assim serás feliz :)

    Vim te desejar um Feliz Ano Novo com tudo de bom para ti e para os teus.

    Beijo com amizade!

    ResponderEliminar
  3. é mais forte que nós... temos à partida as lentes cor de rosa postas... depois depende do que for mais fácil ou do que for inevitável! mante-las ou tirá-las de vez!

    ResponderEliminar
  4. Não podia estar mais de acordo. Nós só vemos aquilo que queremos, cabe-nos a nós escolher se queremos focar as coisas más, mesquinhas, feias ou aquilo que nos permite viver em paz e harmonia, escolhendo o melhor de cada um...

    ResponderEliminar
  5. "Por isso na vida, minha gente, o ideal no fundo é isto: vê-la pelas lentes que nos são mais favoráveis e ter ao nosso lado quem de vez em quando nos faça trocar as vistas..."

    Disseste tudo! :)

    Beijinho da Lua

    ResponderEliminar
  6. Mary Jane és tão parecida comigo nisso, as minhas amigas dizem que eu vivo num "mundo encantado" até tenho uma T-shirt que me fizeram. Mas eu adoro, adoro ser assim, é tão melhor.

    beijos
    Cris do blog :) girly things

    ResponderEliminar
  7. Gostei do Blog :)

    Seja minha seguidora também, comecei à pouco tempo.
    saltoalto06.blogspot.com

    Obrigada :)

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!