quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Na piscina com Nicholas Sparks

Faço sempre leituras light nas férias. Para descansar a cabeça, digo eu a todos, mas na realidade procuro só uma desculpa socialmente aceitável para não parecer menos snob quando o faço. 

Estou a ler Nicholas Sparks. Um Homem com Sorte porque foi o livro que encontrei na cabeceira da minha prima C. (e esta não é desculpa para não parecer menos snob).

Pois que estava tudo a correr muito bem, leituras em local idílico e tal, mas eis que me dá um bloqueio mental nesta frase:

"Quando ela se agachou ao lado dele, Thibault notou um odor a loção de côco aplicada de manhã cedo."

Mas quê, o Thibault sabia que a loção foi aplicada de manhã cedo? Andou a espreitar a Elizabeth pelo buraco da fechadura? Sabia que a loção foi aplicada de manhã cedo porque precisa de "decantar" até atingir o odor que tinha naquele momento? A malta quer é desenvolvimentos! O fuso horário em que foi aplicado a loção é indiferente!

14 comentários:

  1. ahahahah! Eu vi o filme! Ofereceram-me o livro e é um dos que vai na mala comigo no sábado. Sim, já conheço a história, mas preciso de leituras assim, leves, como dizes. Há uns 3 meses que ando nesse mood. Não tenho cabeça para mais, por mais que queira.

    ResponderEliminar
  2. Miss R.,
    dá então mas é à cabeça o que queres e logo a pões a trabalhar :) Eu vou fazer ao contrário, eventualmente. Ver o filme depois. Embora saiba que é sempre uma experiência esquisita!

    ResponderEliminar
  3. Confesso que às vezes pareço um pouco snob em relação às leituras que faço, porém sigo um pensamento lógico que é: eu ainda não li tanta coisa dos bons, para quê perder tempo com os que não lhes chegam aos calcanhares?

    Posto isto, as férias passaram-se a ler As intermitências da morte, por exemplo.

    Muito snob? Acho que sim, mas menos passível de ter sustos como o teu. :)

    ResponderEliminar
  4. Não ficaste assustada por eu, no post do concurso que fizeste, ter sugerido que ficavas lamechas por ler Nicolas Sparks..?

    Tipo, não te questionaste ainda de como é que eu adivinhei o que estás a ler?

    Terá sido coincidência? Será que estás a ficar previsível? Andarei eu a espreitar-te na piscina?

    ResponderEliminar
  5. Uma Rapariga Simples,
    eu habitualmente também sou desses títulos. Como bem sabes, um dos teus autores de eleição tem-me feito companhia e era menina para aos 15 anos estar a ler Al Berto, mas também há momentos que apetece ver como fazem os ditos mais básicos. O próprio jogo de perceber a diferença nos diferentes estilos de escrita pode ser muito interessante!

    Pedro P.,
    Ó Pedro, então eu já faço concursos? ;)
    Eu vi-te por trás do arbusto que tem à esquerda da entrada! Bem te acenei, mas tu estavas convencido de que continuavas lá muito bem camuflado...

    Agora essa de eu estar a ficar previsível foi extremamente foleira. Bolas, arrisco dizer que foste mais rude do que eu nos habituais comentários ao teu estabelecimento!

    ResponderEliminar
  6. A utilização da palavra "concurso" não foi inocente. Ainda bem que a interpretaste com o tom quase pejorativo que eu lhe quis dar! :P

    Ainda podia utilizar os meus poderes adivinhatórios para revelar mais outra coisa sobre ti, que te deixaria igualmente de boca aberta, mas vou guardar cartuchos para uma próxima "batalha".

    Até breve Émejóta!

    ResponderEliminar
  7. Eu ainda não li o livro, mas vi o filme e gostei muito:)

    ResponderEliminar
  8. A Tulipa Azul,
    vou ter mesmo de ver para tirar a prova no fim!

    ResponderEliminar
  9. Se eu te falasse de algumas coisas que leio... são as minhas vergonhas não confessadas. Também fazem falta. :P

    ResponderEliminar
  10. LOL
    pá, sentiu que o cheiro estava a desvanecer, logo pensou que tinha passado de manhã :)
    Acho que não li o livro, acho...mas vi o filme e é fofinho!

    ResponderEliminar
  11. Palavra Já Perdida,
    faltava-me essa hipótese, sem dúvida! É filme para ver com Kleenex ao lado?

    Miss Crises,
    há que trocar impressões depois!

    ResponderEliminar
  12. A perna, mas não só, Manelito! Se fosse só a perna este não seria certamente o ângulo!

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!