segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Tipos de bloggers - qual é o teu?

- Fashionista - é uma assumida trendsetter mais não seja porque num dia pode publicar fotos com a mais recente esfregona da Zara, que, de um momento para o outro, as saias-esfregona passam a ser um lugar comum e ninguém se lembra que temos material semelhante, bem ao nosso alcance, ali mesmo na cozinha;

- Fashionista wannabe - bem se vê que as fotos são tiradas em casa em frente ao espelho do guarda-fatos ou, na melhor das hipóteses, em frente ao espelho de corredor. Na maior parte das vezes não conseguimos sequer definir se a camisa é afinal azul ou cinzenta, mas esta blogger crê profundamente que um dia vai ser ela a envergar a esfregona;

- Tumblr-heart-it-do-it-for-me - não têm grande coisa a dizer, bem se vê que em vez de se escolher uma imagem para "decorar" o texto, primeiro escolhe-se a imagem e depois vem o texto, "Ai que belo dia de praia!XOXO!", que se quer sucinto, porque tal como não há paciência para escrever, também não há paciência para ler mais, portanto é alimentar o público com o que quer. Cabe apontar que geralmente os passarinhos cantam sempre nestes blogs. Quer dizer, cantam sempre menos quando se duvida entre o rapaz que se conheceu no bar e aquele com quem trocámos olhares na praia.

- Ferraris - sendo mais conhecidos ou desconhecido são aqueles bloggers que se encontram no topo das nossas preferências; são os nossos modelos, e ao mesmo tempo que nos deixam em pleno extâse quando neles damos uma voltinha, devolvem-nos dramaticamente a noção de que perto daquele nível nós seremos sempre o carro-genérico-rasca-marca-branca.

- Eu-eu-eu - é tal e qual o encantador diário de uma pita nos seus anos áureos mas em versão 2.0. Isto é, o "querido diário" ganha vida na voz de não sei quantas pessoas que até nos respondem, mas que não é preciso saber quem são. Melhor, não nos vão pedir contas no dia-a-dia e só têm pio quando queremos - quando se decide aceitar comentários. Melhor ainda, são uma espécie da nossa claque intíma - estamos convencidos que nos adoram, que nos veneram e que esperam, sinceramente, o melhor do mundo para nós mesmo que o nosso conteúdo diário se limite a um gómito de frustrações pessoais e sonhos que não vamos atingir nunca (porque assim é mais dramático)! Com sorte, ainda há um anónimozito que nos permite exercitar todo o vedetismo. Títulos como "Ontem tive uma dor de barriga monumental!" podem ser mote para o post do ano.

- Blogger wannabe - Até que se monta o blog, bonito, pronto para começar... Faz-se a ronda pela blogosfera a anunciar que nascemos. Fazem-se os primeiros comentários com um "Segue-me [por todas as alminhas]!", ou um mais discreto mas igualmente persuasivo "Estou a seguir!". Acontece que não tarda surge o assunto "Estou sem assunto", ou, numa variação mais sofisticada, "Preciso de inspiração".

- Blogostars - A Pipoca Mais Doce, Arrumadinho, Mini-Saia, Cócó na Fralda, Quadripolaridades são apenas alguns dos nomes-exemplo para figurar nesta lista. Passamos grande parte do tempo a ridicularizá-los. Por exemplo, até podemos troçar que o blog da Pipoca agora mais parece um hipermercado de tão cheio de produto e escasso de texto, ou uma revista feminina de moda com mais imagem e publicidade do que conteúdo, mas no fundo reconhecemos que ela até sabe escrever, e que se calhar o Arrumadinho não é só o marido da Pipoca, e que a Mini-Saia foi pioneira e organizada, e que a autora do Cócó na Fralda é uma grande jornalista e que a Pólo Norte é dotada de uma mente extremamente criativa e, raça da mulher, provavelmente já escreveu sobre tudo que estávamos a pensar escrever.

- Tenho-medo-do-escuro ou Sozinho-é-muito-complexo - isto de criar temas novos todos os dias é uma tarefa extremamente complexa, portanto dedicam-se essencialmente a repescar os assuntos da berra. Ou a pedir que falem por eles, "Já fui comprar presentes de Natal e vocês?".

- A minha vida é o fim do mundo - geralmente têm fundo preto (quantos bons blogs de fundo preto já quase não rejeitei por causa disto), adequado a uma caverna, e falam, essencialmente, do quão dolorosa é a vida, do amor que foi e não volta. Geralmente também têm banda sonora. São o eu-eu-eu, mas em versão dark. Decidimos fechar rapidamente, sob pena de se nos delongarmos mais minutos tornar-mo-nos aptos a figurar enquanto personagem central no próximo romance de Stephanie Meyer tal é a quantidade de problemas que conseguimos vislumbrar em poucos segundos.

28 comentários:

  1. Faltam aí uns quantos mas não está mau para amostra.

    PS: em qual se enquadra o teu ? ;)


    El Louco.

    ResponderEliminar
  2. Agora gostava de saber em qual enquadras o meu! ;) Eu não sei! Bjinhos***

    ResponderEliminar
  3. Tens noção que vamos ser todos muito muito egocêntricos e perguntar-te o rótulo que davas ao nosso blog :p

    Eu honestamente não vou associar. Há por aí coisas que faço quando o tempo é escasso, há o mundo à volta do umbigo, há o assunto que se fala e de que os outros falam. Mas no fundo, no fundo o meu blog ainda é novo demais para já ser pepino torcido. Hoje tem bolinhas laranja, amanhã pode ter bolas de futebol, depende do que me der na telha :)

    Gostar do que se faz é que importa.

    ResponderEliminar
  4. Louco,
    acrescenta! A ideia de ter comentadores é essa, trabalhem, ora! O meu é tão óbvio, faz lá a tua aposta!

    Jovem,
    acho que acabamos por nos enquadrar um bocadinho, e dependendo das fases, em quase todos :P

    ResponderEliminar
  5. Carolina.,
    cada um que enfie a respectiva carapuça :P Eu identifico qual é o meu, vocês encontrem a vossa gavetinha! E, de qualquer forma, acho que o teu comentário já disse tudo o que era preciso dizer. Este post não tece retratos perfeitos. É mais uma brincadeira!

    ResponderEliminar
  6. confesso que tenho um pouco de alguns xD

    ResponderEliminar
  7. Então e diz-me lá achas que sou o blogue das pitas? Ou nem carne nem peixe? LOL

    ResponderEliminar
  8. Bem, o meu blogue foi negro durante muito tempo pela simples razão de fazer sobressair as imagens que escolhia.

    Também é a minha core preferida, mas as imagens pareciam saltar da página e eu gostava disso.

    Depois, as páginas não são tão cansativas de ler. Houve inclusivamente um estudo, o qualquer coisa que o valha, sobre o google dever ter o fundo negro, para não ser tão agressivo. Cheguei a tê-lo assim, com uma extensão do Firefox.

    Nem sempre é o negrume do estado de espírito. :)

    Acho que o meu não entra em nenhuma das tuas categorias. Bem, em abono da verdade, ele só existe porque eu precisava de ter uma base online de músicas e depois perdi a vergonha (este ano fiquei mesmo descarada) e comecei a escrever coisas minhas. É tudo muito negro, aceito, porém tem os seus momentos mais divertidos. A ver se o próximo ano me traz mais razões para posts alegres.

    ResponderEliminar
  9. "mas esta blogger crê profundamente que um dia vai ser ela a envergar a esfregona" - já ganhaste, pensei eu quando li. Entretanto li o resto e sim, levas o prémio, tenho uma separação de bloggers muito parecida com a que descreveste. *

    ResponderEliminar
  10. Sinto-me como um lego defeituoso. Nao me consigo encaixar em nenhum desses... :|

    ResponderEliminar
  11. Bem, o meu blogue é preto, mas a minha vida não é o fim do mundo, é um recomeço :)

    Sempre tive blogues onde o branco predominava e já escrevi umas duas vezes pelo menos que não gosto de ter o blogue preto, mas ele lá continua por incapacidade minha de fazer o que quero com o cabeçalho :))

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. D. Pereira,
    esta era uma daquelas tipologias tipo as das revistas cor-de-rosa: a maior parte pode não ter nada a ver, mas se te identificares com alguma coisa uma pontinha que seja até parece que o trabalho está bem feito.

    jo,
    és o blog da jo :P De facto, não é carne, nem é peixe, é pessoa mesmo!

    Uma Rapariga Simples,
    é pá, depois de uma justificação tão longa podia jurar que te sentiste atacada. Estou a brincar, bem sei que para ti juntar letras é passatempo.
    A tua "core" de facto tem um poder extraordinário, mas a mim o preto, excepção feita à roupa, vá, tem tendência a repelir. De resto não te acho uma moçoila nada dark e gosto de contar aqui com a tua boa disposição! E o próximo ano vai ser uma festa, para as duas :D

    J. Persoa,
    mas que prémio?! Ainda não vi nada!

    Hachiko,
    querias tu :P És das figuras masculinas mais representativas de um dos géneros.

    Aflito,
    não existem legos defeituosos, a não ser aqueles que cederam a efeitos do calor, dentadas de cães, eventualmente dentadas de crianças. Aqui o problema é mesmo que te vejas como um lego :P És claramente um outsider.

    TimTim,
    :)

    S.o.l.,
    mas que mensagem tão positiva, gosto!

    ResponderEliminar
  13. LOL

    Não era, era mesmo eu a divagar. Por uma série de razões, preciso de ser menos económica no que escrevo e tudo serve para a explanação detalhada. ;)

    ResponderEliminar
  14. ahah que post engraçado. o meu acho que tem dias que é uma coisa, tem dias que é outra... depende do estado de espírito ;p

    ResponderEliminar
  15. Gostei do post!
    Diz-me tu qual dos tipos é o meu!
    Beeeeijos!

    ResponderEliminar
  16. Começo a achar que o meu blogue é uma autêntica shit xD ahahah

    ResponderEliminar
  17. Tá certo... Esse 'eu-eu-e'... Acho que sim, que é mais ou menos isso ;)

    ResponderEliminar
  18. LOOL. Eu acho que o meu é o ultimo. Ahahah. *

    ResponderEliminar
  19. Hermione,
    o teu é crazy in lóbe everyday!

    O Sexo e a Idade,
    o teu é a mixórdia de temáticas, falas de tudo um pouco :P

    i.,
    shhhiiiu, tu sabes o que o teu blog é para mim. E mais não digo porque é secreto.

    Jo,
    estou no mesmo saco :P

    R.,
    claramente, vou ao teu blog e não vejo nada de tão escuro!

    ResponderEliminar
  20. Pólo Norte,
    repara, foste quase a última nomeada :P Mas já tens seguidores e mesmo fãs que te levam para todo o lado que te fazem merecer tal estatuto!

    ResponderEliminar
  21. excelente resumo do mundo blogosférico!

    ResponderEliminar
  22. Ana,
    obrigada :)

    Candy Love,
    tem é muito realismo :P

    Pam,
    ora aí está a combinação perfeita!

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!