terça-feira, 6 de novembro de 2012

O meu carro resolveu soluçar hoje no arranque

Isto à saída do trabalho, antes do regresso a casa, numa viagem que me toma entre 30 a 40 minutos. E não sei se foi por ficar sugestionada pelos soluços iniciais que me sugeriam que o meu belo carro poderia falecer a qualquer momento, mas vim o caminho todo a sentir pequenos solucinhos, a sentir qualquer solavanquinho extraordinário, a sentir como se o meu carro estivesse a receber empurrões levezinhos, bem distintos do grrrr-grrr-grrr-ai-que-vou-decompôr-me-todo-a-qualquer-momento inicial. Nisto já estou eu própria quase a soluçar com a ideia de existir algum problema.

Expus o problema ao "mecânico" cá de casa e como a coisa aconteceu a frio, ele recomendou-me deixar esfriar o bicho e mais à noitinha vamos puxar por ele. 

12 comentários:

  1. Às vezes acontece simplesmente por o carro estar frio, custa a pegar. a mim já me aconteceu mas em dias MESMO muito frios, que ainda não é o caso (apesar dos 6º matinais que apanhei hoje)

    ResponderEliminar
  2. É o melhor senão amanhã de manhã ainda ficas a pé, como já aconteceu a alguém que eu conheço
    -.-"

    ResponderEliminar
  3. Estou com a Hermione. Por vezes, quando está mais frio, convém deixar o motor trabalhar um bocadinho antes de arrancar para não acontecerem esses soluços iniciais.

    ResponderEliminar
  4. Compreendo o sentimento. Há uns dias ia a conduzir de noite, fora de uma localidade (aka, tudo escuro) e as luzes começaram a desligar-se e a reacender, do nada. Se estivesse sozinha acho que tinha entrado em pânico, mas alguém inteligente sugeriu que desligasse eu propria e voltasse a ligar e funcionou ;)

    ResponderEliminar
  5. Faz agora o teste, senão amanhã ainda há chatice!

    ResponderEliminar
  6. Hermione,
    pois não. Já tenho medo do estado do meu bicharoco em 2ª mão. Mas foi adquirido na marca com garantia de um ano, portanto é bom que se mexa bem.

    FME,
    não vamos querer mesmo, mesmo nada isso! É que diz que chove e tudo, estás a ver o cenário à chuva?

    Ana,
    eu acho que esses conselhos são pertinentes. Afinal eu sou novata nisto (faço hoje, precisamente, dois meses de carta) e ainda não reconheço todas as necessidades da viatura, mas quer dizer é como a Hermione diz, não está tanto frio assim.

    J. Persoa,
    reconhecendo que quando estamos sós é bem mais difícil, vens então comigo para o trabalho amanhã? :P

    Carolina.,
    foi o meu pai fazê-lo cedinho - primeiro a 40km/h, ao meu estilo, disse ele. Depois a abrir para km indizíveis e diz que não notou problema nenhum. Caraças. E eu que me vi a abanar toda dentro do veículo.

    ResponderEliminar
  7. Isso pode ser sintoma de muita coisa. O carro é velhote?

    ResponderEliminar
  8. Palavra Já Perdida,
    fui e cheguei bem :)

    Jedi Master Atomic,
    não, é de 2006! Quer dizer, eu não considero de 2006 velho :P Acho que o problema é mesmo azelhice minha.

    Tamara Adriano,
    eu acho que o bom e o querido carro devia ser carro e não armar-se em gato! Não quero cá o meu a ronronar...

    ResponderEliminar
  9. Bem, como não percebo nada de mecânica, não te consigo ajudar em nada. Mas fizeste-me lembrar o meu primeiro carro, um citroen AX, que para o pôr a trabalhar tinha de o deixar aquecer, e "puxar o ar", e mesmo assim era capaz de ir um bom tempinho a andar aos soluços.
    Espero que não seja nada de mais!

    ResponderEliminar
  10. Karina,
    tenho andado com ele todos os dias sem problemas, ufa :P

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!