quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Mas que besta seria eu?

Desculpem a minha ausência - e entretanto digam que a estranharam profundamente - mas estive ocupada com um casamento/aniversário. Tenho um tio que se casa todos os anos. Com ele próprio, com a vida e com as pessoas que lhe são queridas. Para tal não tem meias medidas e é louco e extravagante, como ele próprio descreve sem dificuldades: começa o dia com um grupo de 10 amigos a comer bacalhau às 7 da manhã e depois prolongam o dia todo a comer e a beber entre Espanha e Portugal. Termina tudo à noite com um banquete para cerca de 100 pessoas. Quando penso como fui sair eu tão dramática e tão dada às letras e às reflexões olho para a minha família e chego logo às conclusões.

O meu tio ontem, como é costume, fez um belo discurso por iniciativa própria para todos os presentes, recheado de cambiantes dramáticos que nuns momentos arrancaram umas quantas gargalhadas e noutros emocionaram. Reservando algumas questões mais pessoais para o momento ao que pertencem, destaco um momento em que o meu tio narrava que começou a fazer contas à vida e achou que ia deprimir, Ai que estou teso! Ai que não posso! mas que depois olhou à volta dele e pensou está um sol lindo, um céu azul magnífico, tenho uns filhos porreiros, uma mulher às vezes porreira e amigos, vou deprimir para quê? Muitos apontam que devia acabar com isto, mas que besta seria eu se acabasse com isto só porque estou teso? O meu prazer é enorme, em estar aqui e em ter-vos aqui.

14 comentários:

  1. Burros são aqueles que deixam de tirar algum proveito da vida por andar sem dinheiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A verdade é que sem dinheiro passamos a não ter proveito de algumas coisas e um dia como o meu tio tem no aniversário dele podia ser suficientemente chocante para que ele fosse considerado a próxima Pêpa mas ele tem uma extrema habilidade para fazer o que lhe dá na gana ;)

      Eliminar
  2. Que pensamento saudável! Pensássemos todos assim...

    ResponderEliminar
  3. Esse teu tio deve ser um espectáculo :D Que festarola ehehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É daquelas figuras que não se encontra por aí facilmente exemplar igual :)

      Eliminar
  4. no fundo, o que importa é a família. O resto vai-se compondo.

    ResponderEliminar
  5. "uma mulher às vezes porreira"

    Ri-me demais com isto xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas lá aplaudiram, mesmo com ou apesar do "às vezes".

      Eliminar
  6. LOOOOL estou-me a rir tanto! Já adoro o teu tio lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele um dia, mesmo não sabendo que eu tenho um blog, vai-me estar grato por saber que eternizei o seu ritual on-line.

      Eliminar
  7. Nada melhor na vida que estes bons momentos! :)

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!