quinta-feira, 7 de março de 2013

Pedido Especial: rosnar polidamente

O meu pai ensinou o meu cão a rosnar-lhe mediante pedido polidamente, isto é, não a abrir a boca desalmadamente como quando percebe sinal de alarme, mas a levantar ligeiramente os beiços e a mostrar a dentuça (constituída por dentões mesmo!) enquanto vai trovejando. E pronto, estão para ali, como dois seres normais que são, a rosnar ampla e polidamente um ao outro... Já viram um cão a rosnar e a abanar a cauda? Eu já.

2 comentários:

  1. He he! O teu pai é o máximo e o cão também, claro! :D:D

    ResponderEliminar
  2. O cão rosna se o teu pai mandar????
    Fantástico!!!

    ResponderEliminar

Não resisto às novidades do Mundo Lá Fora. Contem-me tudo, tudinho!